Montante total a ser liberado ao longo das próximas três semanas aos ex-empregados dispensados em massa chega a 1,5 milhão de reais.

Por: Zequias Nobre – 28/10/15 – 07:52

Os cerca de 800 trabalhadores que atuavam no frigorífico da JBS em São José dos Quatro Marcos (município distante 328 Km a oeste de Cuiabá) começaram, nessa semana, a receber os valores relativos ao acordo homologado pela Justiça do Trabalho em agosto deste ano entre a empresa, o sindicato que representa a categoria e o Ministério Público do Trabalho (MPT).
Ao todo, o montante a ser liberado nas próximas semanas será de aproximadamente 1,5 milhão de reais e varia de 1.420 a 2.770 reais por trabalhador, dependendo do tempo de serviço de cada um na empresa. O valor inclui a indenização pela dispensa em massa, mais 520 reais relativos à cesta básica.
A Vara do Trabalho de Mirassol D´Oeste está entrando em contato com os trabalhadores cujos alvarás para liberação do dinheiro já estão prontos. Como a quantidade de documentos a ser confeccionados é relativamente grande e os depósitos pela empresa estão ainda sendo realizada a orientação é para que os ex-empregados aguardem o contato da unidade. A expectativa é que isso ocorra durante as próximas três semanas.
Nos últimos dois meses, a Vara montou uma força tarefa para registrar a reclamação trabalhista de cerca de 530 trabalhadores do frigorífico, procedimento este necessário para o recebimento do dinheiro.
Quem ainda não ajuizou a ação para recebimento dos valores pode procurar a Vara do Trabalho de Mirassol D´Oeste para dar entrada no processo. Basta que tenha em mão seu RG, CPF, Carteira de Trabalho e o Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho.

Entenda o caso
No mês de maio, acusando falta de gado para abate, a JBS decidiu fechar o frigorífico de São José dos Quatro Marcos, desempregando em massa centenas de trabalhadores. A dispensa deu origem a duas Ações Civis Públicas, movidas pelo MPT e pelo sindicado dos empregados, e que resultaram no acordo homologado pela Vara do Trabalho de Mirassol D´Oeste.
A unidade frigorífica, que desde 2013 pertence à JBS/Friboi, era a única empresa de grande porte na cidade, responsável por empregar cerca de 15% da população economicamente ativa local. Estimativas da Prefeitura de São José dos Quatro Marcos indicavam que 1/4 dos empregos no município estavam de alguma forma, relacionados com o funcionamento da empresa.
Os problemas ocasionados pelo encerramento da planta frigorífica foram, inclusive, tema de uma audiência pública realizada em julho deste ano que contou com a participação do TRT de Mato Grosso. No mês anterior, o presidente do Tribunal, desembargador Edson Bueno, já havia se reunido com autoridades locais para discutir saídas para o problema.

Fonte: Tribunal Regional do Trabalho, 23ª Região. (Processos 0000389-17.2015.5.23.0091 e 0000461-04.2015.5.23.0091)
 
http://portal.trt23.jus.br/ecmdemo/public/trt23/detail?content-id=/repository/collaboration/sites%20content/live/trt23/web%20contents/Noticias/vara-de-mirassol-doeste-libera-indenizacoes-a-800-trabalhadores-da-jbs