12/07/17 – 17h16

O Ministério da Agricultura suspendeu temporariamente a exportação de carne de frango à União Europeia de três abatedouros da Seara — subsidiária da JBS — e uma de unidade da BRF apurou o Valor. Também tiveram uma planta suspensa de vender ao bloco europeu as cooperativas Copacol, Lar, C. Vale, e as companhias Avenorte e Zancheta.

As medidas adotadas pelo Ministério da Agricultura ocorreram após a União Europeia realizar diversas notificações relacionadas à carne de frango produzida nessas nove unidades. A principal inconformidade diz respeito à detecção da bactéria salmonela.

Conforme o Valor apurou, as unidades da JBS que tiveram as vendas para o bloco europeu suspensas estão localizadas em Sidrolândia (MS), Rolândia (PR) e Nuporanga (SP). No caso da BRF, o frigorífico suspenso fica em Uberlândia (MG). Trata se de uma das principais unidades da companhia, que lidera a exportação de carne de frango no país.

No caso da Copacol, o abatedouro suspenso está localizado Cafelândia (PR). A unidade da Lar fica em Matelândia (PR); a da Avenorte, em Cianorte (PR), a da C. Vale, em Palotina (PR), e a da Zancheta, em Boituva (SP). Antes da suspensão, 54 frigoríficos de carne de frango do Brasil estavam autorizados à exportara para a União Europeia.

Procurada, a JBS informou que “estão sendo tomadas providências para que as exportações sejam retomadas o mais rapidamente possível”.

A BRF informou que a unidade de Uberlândia teve as vendas para os europeus suspensas em 16 de junho. “A BRF reafirma seu compromisso com a segurança e a qualidade dos produtos dessa unidade, que continuam sendo comercializados normalmente nos demais mercados para os quais ela está habilitada”, disse a empresa, em nota enviada pela assessoria de imprensa. Informações Valor Econômico/Luiz Henrique Mendes e Cristiano Zaia

Fonte: Valor Econômico, 12 de julho de 2017.

http://www.valor.com.br/agro/5034560/tres-frigorificos-da-seara-e-um-da-brf-tem-exportacao-ue-suspensa