O dispositivo permite também que o segurado que tiver o benefício negado ou que não se sentir preparado para retornar ao serviço no prazo dado na perícia inicial peça uma nova perícia em outra instância, caso sinta que precisa de mais tempo para recuperação.

Antes, pela reconsideração, o beneficiário poderia ser reavaliado pelo mesmo perito, o que diminuía consideravelmente a chance de reversão da decisão. Pela portaria de hoje, o segurado amplia a possibilidade de reversão do seu benefício, pois a reavaliação poderá ser feita em outra instância e por outro perito.

O novo procedimento deve ser regulamentado num prazo de 15 dias a partir de hoje.

Fonte: Agência Brasil, 26 de agosto de 2016.

http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2016-08/auxilio-doenca-trabalhadores-poderao-voltar-ao-trabalho-sem-nova-pericia