Por: Willians Biehl

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Criciúma e Região (Sintiacr) acusou nesta terça-feira, 07, que a unidade do frigorífico da JBS de Nova Veneza retirou dos trabalhadores (setor coxa) o avental protetor de plástico, equipamento utilizado pelos trabalhadores na linha de produção.

Conforme o sindicato a resolução ocorreu após a reclamação do Japão, um dos países importadores dos produtos da empresa, informar ter encontrado pedaços de plástico em um lote de frangos.

O presidente do sindicato, Jeovanio Eler, lamentou a decisão da empresa e afirmou estar buscando resolver o problema: “Procuramos há alguns dias a direção da JBS para conversarmos e até sugerimos outro tipo de avental. No entanto, ainda não tivemos nenhuma posição”, pontuou Jeovanio.

Para o presidente o setor frigorífico segue como foco crescente de contaminação pelo Covid-19, e os EPIs seriam um dos itens essenciais para prevenir o agravamento dos casos.

A resposta da JBS
Em resposta à reportagem a JBS esclareceu que os uniformes utilizados em suas unidades seguem as mais rígidas regras de biosseguridade e normas de saúde e segurança estabelecidas pela Norma Regulamentadora 36 (NR-36).

Fonte: Portal Veneza, 07 de julho de 2020.

https://www.portalveneza.com.br/sindicato-acusa-jbs-de-retirar-epis-dos-trabalhadores-em-nova-veneza/