Como já foi dito, uma visita ao Ministério do Trabalho ainda será necessária. Primeiramente, o interessado deverá entrar no site do ministério, preencher um formulário (acesse aqui) e depois levar pessoalmente no MTPS com os documentos solicitados. Depois disso, todo o monitoramento de análise do pedido poderá ser feito via computador para, finalmente, a impressão de o registro ser realizada com êxito. Tudo pela internet. O documento pode ser plastificado ou anexado à carteira de trabalho.

Além de facilitar o trabalho de quem busca o registro, beneficia também os quem procura as unidades do ministério para outros assuntos. Esse assunto não tomará mais tanto tempo dos atendentes do Ministério do Trabalho. 

E quem tem o registro antigo?
A impressão pela internet do registro foi instituída pela Portaria /MTPS nº 89, de 22 de janeiro de 2016. Independente disso, os que foram concedidos antes dessa data continua válido. Nada muda! Ou seja, quem já obteve a anotação na Carteira de Trabalho não precisa imprimir o cartão de Registro Profissional. Entretanto, caso deseje obter o documento, vale da mesma forma.

Quem pode tirar o registro?
Atualmente, é Registro Profissional é outorgado para trabalhadores pertencentes que se incluem em 14 categorias profissionais regulamentadas por leis federais. São elas: agenciador de propaganda, arquivista, artista, atuário, guardador e lavador de veículos, jornalista, publicitário, radialista, secretário, sociólogo, técnico em arquivo, técnico em espetáculos de diversões, técnico de segurança do trabalho e técnico em secretariado.

O Ministério do Trabalho facilitou a vida do trabalhador.

Fonte: Mundo Sindical, 01 de abril de 2016.

http://www.mundosindical.com.br/Noticias/24371,Registro-Profissional-agora-pode-ser-impresso-pela-internet