São 38 funcionários da região de Dourados. A assessoria da JBS informou que a empresa não comenta processos judiciais em andamento.

Por: Ricardo Freitas

Trinta e oito funcionários do frigorífico da JBS em Dourados, a 230 km de Campo Grande, que pegaram Covid-19, processaram a empresa e agora pedem indenização por danos morais. De acordo com o advogado responsável pelos casos, Eduardo Barbosa, foram elaborados três processos com 13 colaboradores indígenas, 24 não indígenas e outro de um prestador de serviço.

Todos os funcionários não apresentam mais sintomas da doença, segundo o próprio advogado.

A defesa alega que protocolos de segurança não foram seguidos pela empresa, o que teria levado ao contágio.

“São várias irregularidades apontadas pela própria Secretaria de Saúde de Dourados. Vou citar duas, mas são inúmeras: o distanciamento não foi seguido, também não havia o uso de máscaras. Sem contar que os funcionários ficaram sem informações corretas, faziam o exame, eram mandados para casa, dias depois chamados de volta, sem nenhum critério”, disse o advogado.

Audiências de tentativa de reconciliação devem ocorrer nos dias 19, 27 e 28 de outubro, na 1º Vara do Trabalho de Dourados, segundo a defesa.

A assessoria da JBS informou que a empresa não comenta processos judiciais em andamento.

Em julho, no auge da pandemia no sul do estado, mais de 1.100 trabalhadores de frigoríficos de Mato Grosso do Sul, haviam sido infectados por Covid-19, de acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT), que monitora a situação dos 42 frigoríficos no estado.

Alguns frigoríficos chegaram a interromper as atividades no início da pandemia. É o caso da Naturafrig Alimentos, com sede em Rochedo, a 83 kg de Campo Grande, que suspendeu os trabalhos por 15 dias no mês de julho.

Fonte: G1/MS, 13 de outubro de 2020.

https://g1.globo.com/ms/mato-grosso-do-sul/noticia/2020/10/13/funcionarios-de-frigorifico-em-ms-que-foram-infectados-por-covid-19-entram-com-pedido-de-indenizacao-na-justica.ghtml