Ainda de acordo com informação da reportagem, Renato trabalhava em uma corretora de imóveis na cidade de Miracatu, no interior do estado, enquanto deveria estar na Alesp.

Em 2012, Bolsonaro concorreu ao cargo de prefeito da cidade de Miracatu. Na época, ele teve apenas 25% dos votos validos e não conseguiu se eleger. A reportagem procurou o deputado estadual André do Prado (PR), no entanto ele afirmou que estava muito ocupado nas atividades da Casa.

O deputado Jair Bolsonaro foi procurado e afirmou que desconhecia a situação do irmão. “De qual deputado ele é empregado lá em São Paulo?”, perguntou o deputado federal, que afirmou em seguida: “pau nele, pau nele pra deixar de ser otário. Se o meu irmão praticar um crime, uma besteira é problema dele. Não vai ter nenhum apoio meu. Ele que se exploda.”

Fonte: Rede Brasil Atual, 08 de abril de 2016.

http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2016/04/irmao-de-jair-bolsonaro-recebia-r-17-mil-sem-trabalhar-2593.html