Segundo a assessoria de imprensa, durante a inauguração, o diretor-presidente da Integrada, Jorge Hashimoto, explicou que a construção da nova fábrica faz parte da estratégia da cooperativa de acompanhar a evolução do mercado de rações. “Os animais de estimação fazem parte de nossa família e os consumidores querem sempre dar o melhor para eles”, observou.

Hashimoto estima que o setor de rações para pet cresceu 7% no ano passado. E esse crescimento não deve parar por aí, já que, segundo ele, 60% dos cães brasileiros ainda não consomem rações industrializadas. “Com a inauguração desta indústria, vamos atender nossos cooperados e clientes com ainda mais agilidade e qualidade”, enfatizou Hashimoto.

Meta
A Cooperativa Integrada aproveitou o lançamento para reforças suas metas de desenvolvimento. De acordo com a empresa, a agroindustrialização faz parte do planejamento estratégico da Cooperativa Integrada. Segundo a companhia, esse é “um dos pilares que ajudará a cooperativa a atingir a meta de R$ 4 bilhões em faturamento até 2020.”

Fonte: Gazeta do Povo, 23 de setembro de 2016.

http://www.gazetadopovo.com.br/agronegocio/pecuaria/aquicultura/cooperativa-investe-r-25-milhoes-em-nova-fabrica-de-racoes-em-londrina-bf6j9ohtqdig27i6mku13w9sw