O produto que mais subiu em Curitiba foi a batata (18,57%) influenciada por fatores climáticos. O segundo maior aumento foi do feijão (3,41%) explicado pela redução da área plantada e pelas chuvas que atingiram a cultura. Outros produtos que apresentaram alta foram o açúcar (2,75%), o leite (2,73%), a manteiga (2,21%), a farinha de trigo (2,13%) e o pão (0,29%). 

A queda mais acentuada foi da banana (-4,75%). Ainda pesaram menos no bolso do consumidor produtos como o óleo de soja (-4,04%), o café (-2,13%), a carne (-1,57%), o arroz (-1,36%) e o tomate (-1%). Segundo Silva, o preço do tomate a R$ 4,94 o quilo ainda está alto e a tendência é cair ainda mais o valor para o consumidor final. Para junho, ele espera estabilidade ou queda de preços da cesta básica.

Fonte da notícia: Folha de Londrina em 10.06.2013