Unidade da BRF instala sistema de monitoramento para antecipar-se aos casos de coronavírus

A unidade de Dourados da BRF instalou, na entrada da planta industrial de Dourados, câmeras que medem a temperatura corporal e, caso indiquem acima de 37,8°, acionam um alarme sonoro, que barra o ingresso da pessoa febril e mobiliza a equipe de saúde para o atendimento adequado.

De acordo com a assessoria do grupo, o uso da tecnologia tem feito a diferença para identificar com rapidez casos de colaboradores com sintomas relacionados ao novo Coronavírus.

A câmera de temperatura logo se incorporou à rotina da planta e é mais uma barreira de identificação e de contenção de casos chamados sintomáticos, já que esta aferição também ocorre por termômetros digitais no transporte coletivo dos trabalhadores até a fábrica. Como a febre é um dos indicadores de possibilidade de Covid-19, ao ser detectado antes mesmo do teste, mais rapidamente se inicia a contenção.

No combate à pandemia, a agilidade é essencial para proteger cada indivíduo e ainda evitar aglomerações, reduzindo assim o risco de contágio.

Outro ponto importante é que a câmera de temperatura é tão precisa e confiável quanto os termômetros utilizados em hospitais. Esta é uma das ações que fazem parte de uma série de medidas protetivas que a BRF implementou desde o início da pandemia em suas unidades, seguindo recomendações de um Comitê Permanente de Acompanhamento Multidisciplinar, composto por executivos e especialistas, como o infectologista Esper Kallas, além da consultoria do Hospital Israelita Albert Einstein.

Fonte: Douranews, 02 de julho de 2020.

http://www.douranews.com.br/index.php/economia/item/124173-brf-instala-camera-de-temperatura-para-prevenir-covid-19-na-unidade-de-dourados