05/05/16

Seis meses se passaram da data-base da BRF, mas a empresa e os trabalhadores, através do sindicato representativo, ainda não chegaram a um acordo. Diante do prazo sem avanços, a BRF liberou um retroativo de 6% aos funcionários das unidades no Paraná. 

Com isso, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Laticínios, Carnes e Alimentação de Ponta Grossa e Região (Stimlaca) realizou um manifesto em frente à unidade nesta terça-feira.

“Fizemos uma faixa lembrando que pedimos o reajuste 10,83%, mas a BRF segue com aquela mesma proposta de reajuste escalonado. Não teve avanço e nem rodada de negociação”, declara o presidente do sindicato, Luís Pereira dos Santos. 

Ele afirma que hoje ocorre, através da justiça, uma audiência em Francisco Beltrão. “Conforme a proposta apresentada lá reflete na unidade daqui, porque não fecha com valores diferentes”.

Fonte: Jornal da Manhã – 05 de maio de 2016.

http://arede.info/jornaldamanha/DINHEIRO/105557/BRF-E-SINDICATO-SEGUEM-SEM-ACORDO-NA-NEGOCIACAO-SALARIAL