Produtores de Lucas do Rio Verde (MT) incorporaram novas práticas à rotina de produção e receberam o selo internacional Certified Humane

Avicultores de Lucas do Rio Verde receberam o selo internacional Certified Humane, que reconhece a aplicação de boas práticas de bem-estar animal em granjas de aves de corte. Entre as melhorias implementadas estão redução da quantidade de animais por metro quadrado, a instalação de objetos de bicar para que os frangos tenham espaço para expressar seu comportamento natural e o enriquecimento ambiental, com fardos de maravalha instalados no chão do aviário.

“As granjas regulares comportam até 39 kg de aves por metro quadrado. Já as granjas que levam o selo Certified Humane operam com 30 kg aves por metro quadrado”, explica Eliane Horning, especialista em sustentabilidade e bem-estar animal da BRF. Além das adaptações físicas, as aves que vivem nas granjas adaptadas são alimentadas com ração 100% vegetal e não recebem nenhum tipo de substância promotora de crescimento. “A BRF é uma das poucas empresas brasileiras a ter o selo Certified Humane, que considera não apenas a qualidade nas granjas, mas também o manejo e o transporte das aves”, completa.

As famílias de produtores que adaptaram suas granjas também recebem treinamentos e capacitações constantes sobre os padrões da Certified Humane em bem-estar animal e planos de contingência – como o que fazer em casos de incêndio, inundações, falta de luz ou de água, entre outros. Além disso, a BRF instalou alarmes nas granjas para controle do sistema hídrico e de ambiente. Caso haja alguma falha no abastecimento, o produtor é avisado e pode ter uma ação imediata.

Para o transporte dos animais até a planta produtora, o cuidado é redobrado – os caminhões precisam ter proteção solar e o manejo precisa ser feito com cuidado para evitar injúrias, sempre de duas em duas aves. Na chegada, são avaliados o padrão antes do abate e as condições do galpão de espera, ambos auditados pela Certified Humane.

O selo Certified Humane estampa as embalagens da nova linha de produtos da BRF, a Sadia Bio. Esta é a primeira linha do segmento que permite ao consumidor rastrear a origem do produto, ou seja, conhecer detalhes da família que criou a ave, por meio de um dispositivo online disponível no site da Sadia. Isso é possível, pois cada animal tem uma identificação própria, com informações sobre seu criador, ração, transporte e manejo.

A BRF possui ainda outras certificações que atestam as boas práticas de bem-estar animal, tais como a PAACO, BRC (British Retail Consortium), GlobalGap, Genesis Gap, AloFree e IFS. Para falar sobre este assunto, colocamos à disposição Eliane Horning, nossa especialista no assunto.

Fonte: Avicultura Industrial, 29 de janeiro de 2019.

https://www.aviculturaindustrial.com.br/imprensa/brf-adapta-granjas-e-conquista-certificacao-de-bem-estar-animal/20190129-091858-S440