Mortes por acidentes no Brasil totalizam 15.768 no período, um a cada 3h e 48 minutos. Só em Mato Grosso foram 690 registrados em seis anos e sete meses

Por: João Aguiar

O Brasil registrou cerca de 4,2 milhões de acidentes de trabalho de 2012 até agora, sendo que 15.768 resultaram em mortes. Os dados são do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho e ganham ainda mais relevância nesta semana, tendo em vista o Dia Nacional da Prevenção de Acidentes do Trabalho, celebrado em 27 de julho (próxima sexta).

Apenas no ano passado, um total de 895.770 acidentes foram registrados no Brasil. Cortes, laceração, ferida contusa e punctura (furo ou picada) responderam por cerca de 92 mil casos. Ainda contabilizam nos dados 78.499 fraturas e 67.371 contusões/esmagamentos.

Segundo estimativas do Observatório, cerca de 28,7 bilhões de reais foram gastos de 2012 até agora com benefícios acidentários, que incluem auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, pensão por mote e auxílio-acidente. Foram quase 334 milhões de dias de trabalho perdidos por causa dos acidentes de trabalho.

Mato Grosso
Em Mato Grosso, 690 trabalhadores morreram em acidentes de trabalho desde 2012. Somente no ano passado foram registrados 134 falecimentos no estado. No total, mais de 66 mil acidentes foram registrados, o que dá uma média de um a cada 52 minutos e 11 segundos.

As atividades econômicas com maior envolvimento em acidentes de trabalho no estado são o abate de animais (10.363), cultivo de soja (4.327), atividades de atendimento hospitalar (3.877) e criação de bovinos (2.032).

Dados
O Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho foi criado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em cooperação com a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e mostra números e estatísticas sobre acidentes de trabalho no Brasil.

Fonte: Tribunal Regional do Trabalho, 23ª Região, MT, 24 de julho de 2018.

https://portal.trt23.jus.br/portal/noticias/brasil-registrou-mais-de-4-milh%C3%B5es-de-acidentes-de-trabalho-entre-2012-e-2018