Nossos filiados

Caixa Econômica e Previdência Social

        

Notícias da Imprensa

28/11/17

A Medida Provisória 808, publicada no Diário Oficial da União, no último dia 14 de novembro, e que altera importantes pontos da Lei 13.467/2017, da reforma trabalhista, recebeu 967 propostas de emendas parlamentares. Este montante representa quão confusa e, danosas são as alterações na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) propostas pelo atual governo.

Entre os pontos mais citados pelos parlamentares estão os polêmicos itens sobre o trabalho intermitente, com 142 emendas, e o item que trata do trabalho de gestantes e lactantes em locais insalubres, que foi citado em 58 dessas emendas.

Leia mais...

5/12 - Dia de Greve em todo o Brasil contra o fim da aposentadoria e em defesa dos direitos trabalhistas

Por: Tatiana Melim e Marize Muniz • 27/11/17 • 18h14

A nova proposta de desmonte da Previdência Social anunciada pelo governo do ilegítimo Michel Temer (PMDB-SP) é tão ou mais perversa do que as anteriores. As trabalhadoras e os trabalhadores do setor público e do privado serão prejudicados em todas as situações impostas pelas novas regras que devem ser votadas no próximo dia 06 de dezembro na Câmara dos Deputados.

Se a reforma for aprovada, as trabalhadoras e os trabalhadores terão de trabalhar mais, enfrentar mais condições precarizadas que foram legalizadas pela nova lei trabalhista, ganhar menos e, ainda, correr o risco de não conseguir se aposentar.
Para o presidente da CUT, Vagner Freitas, “juntas, as reformas Trabalhista – que entrou em vigor no dia 11 de novembro - e a da Previdenciária, vão acabar com o emprego formal e, consequentemente, com as chances dos/as trabalhadores/as se aposentarem”.

Leia mais...